02 julho, 2008

Hound Dog Taylor

Theodore Roosevelt "Hound Dog" Taylor nasceu em Natchez, Mississippi no dia 12 de abril de 1915. Ele iniciou seu interesse pela música tocando inicialmente piano. Conheceu a guitarra na adolescência, mas só foi tocar seriamente o instrumento por volta dos 21 anos. Nessa época ele começou a tocar por todo Delta, não só guitarra mas também piano e chegou a tocar no King Biscuit Flour, show de rádio da KFFA, que tinha Sonny Boy Williamson no comando.

A sua fama de mulherengo lhe colocou em apuros nessa época. Ele foi perseguido pela Ku Klux Klan por ter cantado uma mulher branca e passou um dia inteiro escondido em uma vala de drenagem. No dia seguinte pegou suas coisas e se mudou para Chicago. Lá ele trabalhou durante 15 anos com empregos normais, não relacionados a música, apesar de continuar tocando não-profissionalmente. Até que em 1957 ele decidiu se tornar músico, em tempo integral.

Taylor então montou uma banda, The HouseRockers, com Brewer Phillips na segunda guitarra e Ted Harvey na bateria. Estranho? Eles não tinham baixista mesmo. Brewer fazia os acordes mais graves e resolvia o problema. Em 1961 Freddie King ficou famoso com sua canção "Hideaway", que, segundo ele próprio, foi inspirada em uma canção intrumental que ele viu Taylor tocar em um show. Foi nessa época que ele ganhou seu apelido "Hound Dog". Em uma noite, em um bar, ele estava perseguindo duas mulheres e um amigo o batizou assim. "Hound Dog" que significa "cão de caça". Ele tinha um pequeno sexto dedo em cada mão (polidactilia) e certa vez, bêbado, amputou o dedo sobressalente da mão direita com uma navalha.

Os HouseRockers nunca ensaiavam antes dos show. Mas bebiam bastante. Hound Dog tomava um copo de whisky, seguido de uma bebida misturada e um copo de cerveja. Um atrás do outro. Depois dizia algo como: "Hey, let's have some fun!" e tocavam durante a noite toda. O show normalmente durava entre seis e sete horas, se o dono da casa mantesse as portas abertas. Nos anos 60 eles faziam shows regularmente no Florence's Lounge, no lado sul de Chicago.

E foi um jovem branco chamado Bruce Iglauer que iria mudar o rumo da carreira de Hound Dog Taylor. Bruce trabalhava na Delmak Records e tentou arranjar um contrato para os HouseRockers, a banda que ele mais gostava na época. Mas nao obteve sucesso. Foi então que Bruce recebeu uma pequena herança de $ 2.500,00 e decidiu gravá-los por conta próprio. Nascia assim a Alligator Records.

E na primavera de 1971, em apenas duas noite, Hound Dog gravou seu primeiro disco: Hound Dog Taylor and he HouseRockers. Para as gravações ele usou sua guitarra japonesa de $50,00 e seu amplificador Sears Roebuck, com os falantes rachados, dando a impressão que ele usava uma distorção. O album seguinte veio em 1973 e se chamava Natural Boogie. Todas as músicas desse álbum foram gravadas e mixadas durante a primeira sessão, em 1971. Um terceiro álbum ao vivo foi lançado em 1976, após sua morte, e foi considerado o melhor álbum de sua carreira. Ele se chama Beware Of The Dog.

Um dia, em maio de 1975, Philips, o guitarrista de Houng Dog, o visitou em sua casa e os dois tiveram uma briga, bêbados. Philips então teria insultado Fredda, a esposa de Dog. Ele então deixou a casa, retornou, com uma espingarda .22 e disparou dois tiros em Philips, um no antebraço e um na perna. Philips denunciou Dog por tentatia de homicídio, mas sua saúde estava debilitada por conta de um câncer no pulmão. Então ao invés de ir pra cadeia, ele foi pro hospital. Em seu leito de morte, seu último pedido foi concedido: Philips o visitou e o perdoou pelos tiros. Hound Dog morreu no dia seguinte, 17 de dezembro de 1975.

Fonte: Keno's HOUND DOG TAYLOR Web Site.


Para download:








Discos retirados do Chris Goes Rock.

15 comentários:

Fernando disse...

Putz! começa pela foto inicial! o cara parece um andarilho metropolitano que a gente vê nas cidades. E outra, o cara tem uma história muito loca desde o começo até o final! gostei Thin! vou baixar, ouvir e tentar ficar bebado e não matar ou ser morto por ninguem!

valeu!

Anônimo disse...

Thanks.

Nix disse...

Top 5 dos meus bluesmen preferidos. Adoro o cara e já cheguei a tocar Gimme Back My Wig algumas vezes com minha ex-banda e uma com outra banda de BH. :)

Little Thin Jones disse...

Valeu pelo comentário Fernandão! Seu cachaceiro! Cuidado pra não se matar!!!


De nada, anônimo!


Grande Nix. Tá sumido! O Cachorrão é fera mesmo! Tem algum vídeo dessas apresentações?

Abraço!

Nix disse...

Eu cheguei a ver um ou dois vídeos dele tocando com o Little Walter, mas ambos não se entrosam muito bem e ficam no meio termo entre o estilo habitual de cada um e a adaptação ao outro bluesman. :P

Bruno disse...

Hey Jones!!
Prazer,em pela primeira vez,comentar aqui no Everyday!!
mto bacana seu trampo aki. cara,adoro blues,e realmente tem muita coisa boa por aki,mtos plays que queria ouvir a anos,ahahaa,vou fazer a festa!!
o Blog já está linkado na minha casa na web,e se puder me faça uma visita e se possível link por aki tbm!!
com certeza estarei constantemente por aki!!!

Abraço e sucesso!!!

http//estacaoeletrica.blogspot.com

Anônimo disse...

This is a fantastic Hound Dog Taylor collection! Please visit my blog at http://hardluckchild.livejournal.com/ and feel free to leave any comments or criticisms. Thank you so much!

Little Thin Jones disse...

Thanks for the comment in my blog.
Your blog is great too! Many good texts. Excelent!

Greetings from Brazil!

Anônimo disse...

Could someone please re-post the first two selections in this Hound Dog blog? I would love to hear them, but unfortunately shareonall.com has closed! :( Thanks so much and keep up the great work!

Little Thin Jones disse...

Hi.

The links now is ok.

Thanks.

rom disse...

amigo
há algo errado com os dois primeiros albuns do hound dog taylor. é o mesmo album, o primeiro dele. os dois tem 85 megas e o mesmo nome quando descompactado: Hound Dog Taylor & The Houserockers - Selftitled (1st Album US 1971).
cadê o natural boogie?
um abraço

Little Thin Jones disse...

Olá rom.

Desculpe, foi um descuido da minha parte. O link realmente estava errado e foi corrigido.

Obrigado e continue visitando!

Abraço!

BlackSpring disse...

Fizeste o meu dia com este post. Brilhante. A historia da vida dele como a musica. Adorei!

Little Thin Jones disse...

Obrigado, BlackSpring. Comentários como o seu me incentivam a pesquisar e postar mais.

99 disse...

Cara, muito legal o blog.

Fiz um link para essa postagem (assim no sem licença ..., mas encare coomo uma homenagem ok ?) aqui:
http://nostrademos.blogspot.com/2011/11/boogie-slide.html

Um abração