17 dezembro, 2007

Stack O' Lee Blues



Era noite de natal do ano de 1985. Na cidade de St. Louis, no salloon de Bill Curtis chamado Modern Horseshoe Club, dois amigos conversam em uma mesa. Um deles é Lee Shelton também conhecido como Stack O' Lee. O outro, é William Lyons ou simplesmente Billy Lyons. Os dois bebem e conversam exaltadamente. Em um determinado momento a conversa vira discussão. Billy Lyons fala sobre o chapéu de Stack, um legítimo Stetson. Eles continuam discutindo e então Billy arranca o chapéu da cabeça de Stack, que fica furioso e o pede de volta. Billy, ainda exaltado, continua gritando, com o chapéu na mão. Stack fica ainda mais nervoso e pede novamente o chapéu a Billy. Como novamente não é atendido, saca um revólver e dispara. Billy é atingido por um único disparo, no abdômen. Quando este cai ao chão, todo ensangüentado, Stack pega seu chapéu e deixa o salloon, calmamente.
Billy morreu logo em seguida. Stack é preso pouco tempo depois e levado para a prisão de Chestnut Street Station.

Esta história foi imortalizada através do tempo. Vários artistas gravaram inúmeras canções a respeito. A versão gravada por Mississippi John Hurt, que você pode ouvir no começo do post, é considerada por muitos como a definitiva, pois contém todas as passagens presentes nas outras versões.
Uma versão com alterações na letra foi feita por Lloyd Price. Dick Clark achava o original mórbido demais para apresentar em seu show de televisão, o American Bandstand, e insistiu para que mudassem a letra e deixassem sem o assassinato. Apesar da mudança, foi a versão original que fez sucesso. E foi classificada pela revista Rolling Stone entre as 500 maiores músicas de todos os tempos, em 465º lugar.
Outros artistas conhecidos que também a gravaram incluem Bob Dylan, Taj Mahal, Duke Ellington, Woody Guthrie, Bill Haley & His Comets, Wilson Pickett, Ike e Tina Turner, Fats Domino, Doc Watson, Dr. John, Tom Rush, Travis MacRae , The Isley Brothers e Huey Lewis and The News. A versão dos The Fabulous Thunderbirds está presente na trilha sonora do filme Porky's Contra-ataca (Porky's Revenge). A lista completa de versões é de 229 músicas.
A história também virou um comic book lançado em maio de 2006, escrito por Derek McCulloch e desenhado por Shepherd Hendrix, que pode ser acessado pelo link http://staggerleebook.com.

Para fazer o download de um booklet (livreto) escrito por Timothy Lane sobre a história, para impressão, em pdf, clique aqui com o botão direito e escolha "save as" ou "salvar como". Na primeira página você encontra instruções de como imprimir e montar seu livreto corretamente.

*Agradecido ao Cauê pela dica.

4 comentários:

Cauê disse...

Fala Thin Jones,
valeu, já tinha tempo que estava atrás disso.
Muito massa a história.

Esse link para o livreto do Thimoty Lane é assim mesmo?
Não consegui abrir.

Vamos colocar esse causo no repertório da Black Cat Bone, valeu?
Sobre a Black Cat Bone, cara, nós começamos esse projeto nas "toras", nos conhecemos, ensaiamos um pouco e já fomos tocando. Ainda não temos um material organizado, recebemos por agora um dvd e vamos começar a gravar um demo. Assim que organizarmos, nós vamos te enviar, com todo prazer.

Ah, arruma a data no começo do post, algum desligado como eu pode se confundir(rsrsrs).

Valeu.

Cauê disse...

Valeu pelo link.

Lucas "Spider" disse...

Cara, uma ótima música para uma história de poucos quadros mas com muitos fatos...

Obrigado pelo post Little Thin!

A versão do John Hurt é inigualável!

SPA disse...

Olá Jones!
Tenho um blog, recém-iniciado, sobre Bob Dylan. Não costumo atualizá-lo com muita frequência, mas me comprometi comigo mesmo a fazê-lo ao menos uma vez por mês. Gostaria de usar no Blog, chamado Blog Dylan, essa história de Stack O´Lee. Se você permitir, é claro e com os devidos créditos. Obrigado!