29 agosto, 2008

Sesc n' Blues 2008


Aconteceu em Ribeirão Preto-SP, nos dias 21, 22 e 23 de agosto o festival Sesc n' Blues. O evento, que já se tornou tradição na cidade, é esperado e muito concorrido pois sempre traz grandes nomes do blues nacional e internacional. E como acontece em todas as oportunidades que tive de assistir, sempre me surpreendo com a qualidade das bandas nacionais presentes.

Na primeira noite, tive a primeira boa supresa: Théo Werneck Blues Trio. Sim, esse é o mesmo Théo Werneck, DJ do programa "H", que tocava a trilha para as reboladas da Feiticeira (hmm...). Nos dias de hoje ele toca blues rural com muita competência, utilizando instrumentos como lap steel guitar e violões National. No repertório do trio, nada menos que Robert Johnson, Kokomo Arnold, Skip James, Leadbelly, entre outros. Som de primeira! Espero ainda escrever mais a respeito deles aqui no blog. A banda é formada por Théo Werneck na voz, violão National, slide, lap steel, bandolim e diddleybow, Paulo Tonella no violão National, slide, violão acústico, backing vocals e B. G. da Gaita na gaita diatônica, gaita cromática e backing vocals.
A segunda atração da primeira noite foi o violonista americano Woddy Mann, que foi acompanhado pelo violeiro Ricardo Vignini. Woody, que teve suas primeiras aulas com Rev. Gary Davis, mostrou muita destreza tocando violão, um National. Ele mistura suas raízes de blues com um pouco de jazz, criando uma sonoridade bem interessante. O ponto negativo da noite foi a tentativa de Vignini de misturar viola ao blues. Na minha opinião, uma tentiva frustrada. Nada contra o instrumento, pois gosto muito de viola. Mas no blues, não funcionou.

A segunda noite foi aberta por Nasi, ex-Ira, que foi acompanhado por Junior Moreno (da Blue Jeans), e de Igor Prado e Rodrigo Mantovani (da Prado Blues Band). E eles me proporcionaram a segunda surpresa positiva do Sesc n' Blues 2008. A banda se mostrou entrosadíssima e com uma pegada muito forte. Mantovani destrói na bateria, Igor Prado mandou excelentes solos de guitarra e Nasi se saiu muito bem cantado seus blues. Eu tenho um problema de não conseguir ouvir blues cantado em português, mas as canções do Wolverine Valadão me agradaram muito.
Em seguida subiu ao palco Lurrie Bell & Chicago Blues Band. Para muitos esse sobrenome soa familiar. Tudo por causa de seu pai, o lendário gaitista de Chicago Carey Bell. E Lurrie mostrou que herdou de seu pai a essência do blues de Chicago. Ele toca guitarra de maneira simples, sem grandes firulas, mas transmite em seus solos o feeling verdadeiro do blues. Ele se mostrou também muito simpático, e tocava sempre com um sorriso estampado no rosto. Uma curiosidade foi que ele conseguiu arrebentar 4 cordas no intervalo de 5 músicas. Detalhe: ele toca com o dedão.

A terceira e última noite teve o gaitista Jefferson Gonçalves & Banda, que já é consagrado no cenário nacional do blues. Jefferson é realmente um virtuoso na gaita. Ele consegue fazer com muita naturalidade a mescla de blues com ritmos nordestinos, sempre esbanjando técnica. Em certos momentos do show ele fez com que sua gaita tocasse como um acordeon. No show ele tocou músicas de seu mais recente trabalho "Ar Puro". Foi uma excelente apresentação.
Por fim, quem fechou o Sesc n' Blues 2008 foi o também gaitista Mark Hummel, que teve a companhia da banda da Igor Prado Band. Mark tocou um blues muito animado e colocou a platéia presente para se mexer com composições próprias e alguns clássicos. Seu som faz uma mescla de blues com funk e soul. No show ele usou óculos escuros e uma boina bem estilosa.



Veja abaixo algumas fotos do evento. Todas as fotos fora gentilmente cedidas por meu amigo, o fotógrafo Fanca Cortez.

*Contribuiu com o texto Fernando Novaes (Big Zoo Novaes).

Clique nas imagens para ampliar.







4 comentários:

rodgers sabbath's disse...

esse foi foi um dos que eu queria ver e não pude!!

só pelas fotos foi maravilhoso!

Ernani disse...

e de pensar que aguardei tanto por esses dias e acabei os perdendo por mera distração :(

espero ter outra chance.

Rennata disse...

Vcs sabem me dizer quem é o organizador do Sesc in Blues?
Sou jornalista e gostaria de conversar com ele.
Obrigada

Little Thin Jones disse...

Olá Rennata. Tente entrar em contato diretamente com o Sesc Ribeirão para se informar.

Rua Tibiriça, 50
Centro
Ribeirão Preto - SP
cep 14010-090

telefone: 16 3977-4477
fax: 16 3977-4485
e-mail: email@ribeirao.sescsp.org.br